Vocês sabiam?

terça-feira, 27 de outubro de 2009

* O livro mais vendido e mais lido no mundo é a Bíblia. Estima-se que até hoje já tenham sido vendidos 11 milhões de exemplares da versão integral, 12 milhões de novos testamentos e 400 milhões de brochuras com fragmentos dos textos originais. Depois dela, vem o Alcorão, livro sagrado do Islamismo, seguido o Livro Vermelho, do líder chinês Mao-Tse-Tung. O quarto lugar parece estar com o livro Scouting for Boys (Escotismo para Rapazes), escrito em 1908 por Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, militar inglês que deu origem ao Escotismo.

* Os sábios chineses foram os pioneiros da arte de imprimir livros. Faziam livros de magia e material escolar. Mas o livro mais antigo de que se tem conhecimento é uma cópia do Diamond Sutra, impresso em 11 de maio de 868 e encontrado nas grutas de Dunhuang, no Turquestão. Eram discursos de Buda para seu discípulo Subhuti. Para fazê-lo, Wang Chieh entalhou letras em bloquinhos de madeira.

* A Biblioteca de Alexandria foi reconstruída e aberta ao público este ano. Um novo edifício ergue-se no mesmo local em que, há mais de 2.400 anos, existia o palácio dos monarcas Ptolomeus do antigo Egito. Semelhante a um disco solar que emerge do solo, o edifício é iluminado por um elegante teto de vidro de plano inclinado. No novo prédio de US$ 200 milhões e 45 mil metros quadrados, as paredes foram decoradas com caracteres referentes a todas as escritas do mundo, a construção se impõe com suas vigas e vitrais, 17 elevadores e centenas de janelas articuladas, para seguir a trajetória do Sol e da Lua. Com 80 bibliotecários, o complexo oferece 2.500 lugares, amplo uso das novas tecnologias, do audiovisual e da música. Ao lado do planetário há vários museus: de caligrafia, de mosaico, de arqueologia e de ciências.

* O sucessor de Alexandre, o Grande, Ptolomeu I fundou no século III a.C. um centro cultural sem precedentes, o Museu de Alexandria. O centro contava com uma biblioteca universal concebida para acolher todos os saberes do mundo. No momento em que foi criada, possuía 500 mil livros e um catálogo que ocupava 120 volumes. Durante o reinado de Cleópatra VII, suas prateleiras contavam com 700 mil obras. A nova biblioteca de Alexandria abriga um acervo de cerca de 8 milhões de volumes.

* Na Mesopotâmia, por volta de 3200 a. C., foi criado, pela primeira vez no mundo, um “sistema de sinais”, de ideogramas uniformizados, escolhidos, cada um deles ligado a um certo número de significações, que permitiam reproduzir, materializar e fixar o pensamento: a primeira escrita.

Curiosidades sobre bibliotecas, biblioteconomia e escrita. Boletim da Biblioteca, Fundação Universidade Federal do Rio Grande, Rio Grande do Sul, Ano 1, N.2, nov./ dez. 2004.

1 comment

Laura Pimentel disse...

Eu já garanti a minha em Portugês, espanhol, inglês e francês... rs!

29 de outubro de 2009 12:04

Postar um comentário